Carta resposta do filho Português

São Paulo, Brasil

 

Querida mãezinha, recebi sua carta semana passada e escrevo-te estas linhas como resposta. Mas como não sei de certo seu novo endereço, na dúvida deixarei o destinatário em branco. Eu até comprei um computador e tentei enviar-te a carta por e-mail, mas não deu muito certo, é só a gente errar uma letrinha se quer e não tem borracha suficiente que apague.

 

No caminho pra cá pra São Paulo, descobri uma coisa que me deixou muito contente em saber.

Dizem por aí que nós portugueses somos burros, mas ora pois, burros são os brasileiros! Acreditas que no avião encontrei um brasileiro tão burro, mas tão burro que eu falei a ele que eu era gay e o tonto acreditou. Viemos transando o caminho todo.

 

São Paulo é uma cidade muito perigosa, eu ouvi dizer que aqui um homem é assaltado a cada cinco minutos. Deve ser um sujeito muito azarado coitado. Outro dia destes aconteceu uma coisa parecida comigo com a que aconteceu com meu irmão, eu sem querer também tranquei o carro com as chaves dentro. Andei 15 km a pé até meu apartamento para pegar a chave reserva, o pior é que quando voltei o carro tava todo molhado, porque começou a chover e eu esqueci o teto solar aberto.

 

Eu fico feliz pelo pai ter arrumado um bom emprego, mas eu aqui já não tive a mesma sorte. Eu consegui um serviço de vendedor de calçados, no segundo dia de trabalho meu patrão mandou que eu fizesse uma queima de estoque e quando o incêndio já estava chegando ao quarteirão ao lado, o gerente me mandou embora.

Acabei com o pouco dinheiro que tinha ao comprar uma caixa de naftalinas para matar as baratas que andam pelo meu quarto. O problema é que minha pontaria é uma droga e não consegui acertar nenhuma.

 

Tentei a sorte na loteria, mas ao conferir o jogo, descobri que tinha empatado com outro. Joguei o bilhete fora, eu sabia que não ia dar certo. Nem ao menos posso me divertir andando de skate. Aqui no Brasil só tem subida, ora pois!

 

Estou apreensivo para ver-te novamente.

 

Adeus.

Teu filho amado.

Manoel Joaquim.

Explore posts in the same categories: Histórias

One Comment em “Carta resposta do filho Português”

  1. nayane Says:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk , continuo achando mais engraçado o da mãe . mais esse tah demais !


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: