Archive for the ‘SitCom’ category

Vendedores do Trem!

30 de novembro de 2009

Pois bem, Hoje venho falar de trem {rimou}

Isso mesmo galera, eu moro muito longe da minha escola, e por isso todo dia as 06h09min eu entro em um trem da Supervia todo capengado por sinal,  mas anda às vezes. Aqui no Rio de janeiro proibiram até aqueles vendedores de coisas de trabalhar no trem, e tinha fiscalização, durante dois dias, depois os fiscais foram comprados e a zona voltou.

Temos aqui no Rio também, os verdadeiros publicitários do trem, são vendedores que fazem um verdadeiro marketing do produto, com direito a apresentação e tudo!!

Outro dia, durante uma dessas idas para escola estava eu em um vagão onde tinha mais vendedores do que passageiros, e entrou um desses Marketeiros ambulantes, e ele começou a apresentação do seu produto da seguinte forma:

Muito bem, senhores, venho aqui vender o super kit de ferramentas 6 em 1, nesse kit você vai encontrar…

Água, olha a água, água – grita outro vendedor.

Continua o vendedor:

Eu disse que são 6 ferramentas, 3 chaves de fenda…

Com limpador de língua – vendedor de escovas de dente

e 3 chaves Philips…

Eu disse limpador de língua

Bom, senhores, as chaves têm cabo de…

Sabonete de Juá, tira caspa, seborréia e alergia de praia

E agora senhores, o que mais importa: O preço. Estou vendendo esse super kit de ferramentas 6 em 1 por apenas…

3 por 1 real, eu disse 3 por 1 real!!

Agora me diz, o coitado do vendedor das ferramentas conseguiu fazer seu marketing?

Anúncios

Gafes em tribunais

28 de outubro de 2009

Nada contra advogados, mas… acontecem Gafes em tribunais

Advogado: – Qual é a data do seu aniversário?

Testemunha: – 15 de julho.

Advogado: – Que ano?

Testemunha: – Todo ano.

Advogado: – Essa doença, a miastenia gravis, afeta sua memória?

Testemunha: – Sim.

Advogado: – E de que modo ela afeta sua memória?

Testemunha: – Eu esqueço das coisas.

Advogado: – Você esquece… Pode nos dar um exemplo de algo que você tenha esquecido?

Advogado: – Que idade tem seu filho?

Testemunha: – 38 ou 35, não me lembro.

Advogado: – Há quanto tempo ele mora com você?

Testemunha: – Há 45 anos.

Advogado: – Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou aquela manhã?

Testemunha: – Ele disse, “Onde estou, Bete?”

Advogado: – E por que você se aborreceu?

Testemunha: – Meu nome é Célia.

Advogado: – Me diga, doutor… não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?

Advogado: – Seu filho mais novo, o de 20 anos…

Testemunha: – Sim.

Advogado: – Que idade ele tem?

Advogado: – Sobre esta foto sua…o senhor estava presente quando ela foi tirada?

Advogado: – Então, a data de concepção do seu bebê foi 08 de agosto?

Testemunha: – Sim, foi.

Advogado: – E o que você estava fazendo nesse dia?

Advogado: – Ela tinha 3 filhos, certo?

Testemunha: – Certo.

Advogado: – Quantos meninos?

Testemunha: – Nenhum

Advogado: – E quantas eram meninas?

Advogado: – Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro casamento?

Testemunha: – Por morte do cônjuge.

Advogado: – E por morte de que cônjuge ele acabou?

Advogado: – Poderia descrever o suspeito?

Testemunha: – Ele tinha estatura mediana e usava barba.

Advogado: – E era um homem ou uma mulher?

Advogado: – Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas?

Testemunha: – Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas…

Advogado: – Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua resposta deve ser oral, Ok? Que escola você freqüenta?

Testemunha: – Oral.

Advogado: – – Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a examinar o corpo da vitima?

Testemunha: – Sim, a autópsia começou às 20:30 h.

Advogado: – E o Sr. Décio já estava morto a essa hora?

Testemunha: – Não… Ele estava sentado na maca, se perguntando porque eu estava fazendo aquela autópsia nele.

Advogado: – O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

Advogado: – Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou o pulso da vítima?

Testemunha: – Não.

Advogado: – O senhor checou a pressão arterial?

Testemunha: – Não.

Advogado: – O senhor checou a respiração?

Testemunha: – Não.

Advogado: – Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?

Testemunha: – Não.

Advogado: – Como o senhor pode ter essa certeza?

Testemunha: – Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.

Advogado: – Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?

Testemunha: – Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito em algum lugar!

Porque cantar loira não dá certo

21 de outubro de 2009

ae pessoas, não tenho nada contra Loiras, mas … porque cantar loira não da certo?

Você: – Oi gata… Qual é seu telefone?

Loira: – Nokia. E o seu?

Você: – Uau! Isso aqui é uma calçada ou uma passarela de moda?

Loira: – Hum, agora você me pegou… É que eu não sou daqui. Então não sei te informar…

Você: – Eu não tiro o olho de você!

Loira: – Ainda bem, né? Se não eu fico cega!

Você: – Nossa! Eu não sabia que boneca andava!

Loira: – Sério? Nossa, você tá por fora, hein? Já tem até Barbie que anda de bicicleta!

Você: – Que curvas, hein!

Loira: – Nem me fala… Eu bati o carro 7 vezes pra chegar nessa festa!

Você: – Esse seu vestido vai ficar lindo jogado no chão do meu quarto!

Loira: – Quer comprar um igual pra fazer um tapete? Eu te indico a loja…

Você: – Meu coração disparou quando eu te vi!

Loira: – Socorro!  Alguém ajude!  O moço está tendo um ataque cardíaco!

Você: – Eu quero o seu amor, gata!

Loira: – Espera só um pouquinho…  Amô-or! Tem um moço aqui querendo você!

Você: – Quer beber alguma coisa?

Loira: – Ai, que bom que você apareceu, garçom!

Você: – Me dá seu telefone, vai!

Loira: – Socorro! Um assalto!

Variações do Clima no Brasil

6 de outubro de 2009

Brasil, ahh, que pais com tantos climas, tem desde geada ate lugares que fazem 43°, e logicamente as pessoas se adaptam a determinadas temperaturas.

to achando que hoje estou muito culto, falando muito bonito, e o bagulho é o seguinte, lê aê e ve se gosta:


35ºC

Mato-grossenses vão ao trabalho de terno sem suar.

Cariocas vão a praia e surfam normalmente.

Mineiros usam roupas leves e comem um queijo minas.

A gauchada não ousa entrar em nenhum ambiente sem ar condicionado.

25ºC

Mato-grossenses desligam o ar condicionado.

Cariocas vão à praia mas não “ousam” molhar os pés.

Mineiros comem um feijão tropeiro e tomam garapa.

A gauchada limpa o jardim sem camisa.

20ºC

Mato-grossenses ligam o ar quente do carro e tremem incontrolavelmente de frio.

Cariocas vestem um moletom e vão pro calçadão.

Mineiros bebem pinga perto do fogão a lenha.

A gauchada branquérrima toma sol de bermuda e sem camiseta, na praça.

15ºC

Os carros dos mato-grossenses não ligam mais por causa do frio.

Cariocas se reúnem para comer fondue de queijo e beber vinho gaúcho.

Mineiros continuam bebendo pinga mais perto do fogão a lenha.

A gauchada dirige com os vidros abaixados para curtir a brisa do veranico.

10ºC

Decretado estado de calamidade pública em Mato Grosso, dezenas morrem de frio.

Cariocas usam sobretudo, cuecas de lã, luvas e toucas e não saem mais de casa.

Mineiros continuam bebendo pinga e colocam mais lenha no fogão pro pão de queijo.

A gauchada bota uma camisa xadrez de manga comprida, tecido leve que é pra não suar.

5ºC

Mato Grosso entra num clima de armagedon, sente-se como frango congelado no freezer.

César Maia lança a candidatura do Rio para as olimpíadas de inverno e pensa em construir pista de esqui.

Mineiros continuam bebendo pinga e quentão, sentados em cima do fogão a lenha.

A gauchada põe “a japona” e fecha as janelas de casa.

0ºC

Começa uma nova era Glacial em Mato Grosso.

No Rio, César Maia veste 4 casacos e 2 milhões de cariocas se reúnem em Copacabana no “Ice in Rio”.

Mineiros entram em coma alcoólico e fedem a bife queimado em cima do fogão à lenha.

A gauchada faz o último churrasco no meio do mato, antes que comece a esfriar, a preocupação é de não “pegar aragem”.

-5ºC

Mato-grossenses, Mineiros e Cariocas viram comida congelada.

A gauchada começa a dizer: “Bahh tchê, que ventinho enjoado… o minuano tá cortando! Já tô cos beiço cortado! Se gear no barro vai chover feio amanhã! Mas esse friozinho tá bom mesmo pra ficar debaixo dos cobertor!

-273,15ºC

Cessa todo o movimento molecular.

O inferno congela.

A gauchada começa a dizer: “Mas baaahh o inverno chegou forte tchê. Vamos se agasalhar que tá de renguear cusco! Mulhé, cadê meus cuecão?

[sitcom] Comunicado Interno na Empresa

4 de outubro de 2009

AVISO DE COMUNICAÇÃO INTERNO:

De: Diretor Presidente

Para: Gerente

Na próxima sexta-feira, aproximadamente às 17 horas, o cometa Halley estará nesta área. Trata-se de um evento que ocorre somente a cada 78 anos. Assim, por favor, reúna os funcionários no pátio da fábrica, todos usando capacete de segurança, quando explicarei o fenômeno a eles. Se estiver chovendo, não poderemos ver o raro espetáculo a olho nu, sendo assim, todos deverão se dirigir ao refeitório, onde será exibido um filme documentário sobre o cometa Halley.

De: Gerente

Para: Supervisor

Por ordem do Diretor Presidente, na sexta-feira, às 17 horas, o cometa Halley vai aparecer sobre a fábrica. Se chover, por favor, reúna os funcionários, todos de capacete de segurança, e os encaminhe ao refeitório, onde o raro fenômeno terá lugar, o que acontece a cada 78 anos a olho nu.

De: Supervisor

Para: Chefe de Produção

A convite do nosso querido Diretor, o cientista Halley, 78 anos, vai aparecer nu no refeitório da fábrica usando capacete, pois vai ser apresentado um filme sobre o problema da chuva na segurança. O Diretor levará a demonstração para o pátio da fábrica.

De: Chefe de Produção

Para: Mestre

Na sexta-feira, às 17 horas, o Diretor, pela primeira vez em 78 anos, vai aparecer no refeitório da fábrica para filmar o Halley nu, o cientista famoso e sua equipe. Todo mundo deve estar lá de capacete, pois vai ser apresentado um show sobre a segurança na chuva. O Diretor levará a banda para o pátio da fábrica.

De: Mestre

Para: Funcionários

Todo mundo nu, sem exceção, deve estar com os seguranças no pátio da fábrica na próxima sexta-feira, às 17 horas, pois os manda-chuva (o Diretor) e o Sr.Halley, guitarrista famoso, estarão lá para mostrar o raro filme “Dançando na chuva”. Caso comece a chover mesmo, é para ir para o refeitório de capacete na mesma hora. O show será lá, o que ocorre a cada 78 anos.

AVISO GERAL

Na sexta-feira o chefe da Diretoria vai fazer 78 anos, e liberou geral pra festa, às 17 horas no refeitório. Vai estar lá, pago pelo manda-chuva, Bill Halley e seus cometas. Todo mundo deve estar nu e de capacete, porque a banda é muito louca e o rock vai rolar solto até no pátio, mesmo com chuva.